Vagas de Estágio MPE - MG 2016: Até R$ 1.205,00

Gostou? Então compartilhe:

Quer concorrer a uma vaga de estágio 2016 no MPE - MG? Confira as informações necessárias para se inscrever na vaga de estágio 2016 no MPE - MG.

O Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPE - MG) divulgou o edital de um novo Processo Seletivo destinado à contratação de Estagiário de Direito.

O estudante vai atuar na Promotoria de Justiça de Buritis, e além da vaga imediata, haverá formação de cadastro reserva.

As jornadas de trabalho do novo Estagiário serão desempenhadas em 5 horas diárias, de segunda a sexta-feira, com remuneração de R$ 1.205,00 mensais, além de R$ 7,40 referente ao auxílio transporte por dia de efetiva atividade.

Para participar é preciso ser Bacharel em Direito, e também é necessário estar matriculado em curso de pós-graduação em Direito, cujo projeto pedagógico tenha previsão de estágio.

COMO SE INSCREVER A UMA VAGA DE ESTÁGIO MPE - MG 2016:

Os interessados devem se inscrever de 9 a 16 de agosto de 2016, das 12h às 19h, mediante requerimento para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., com o assunto: "Inscrição para o Concurso de Estagiário do MP", informando os dados exigidos no edital de abertura, que está disponível em nosso site.

Para classificar os estudantes haverá Prova Teórica, de caráter classificatório, prevista para ser aplicada em 25 de agosto de 2016.

Sobre o MPE - MG

O Ministério Público é uma instituição responsável pela defesa de direitos dos cidadãos e dos interesses da sociedade. A finalidade de sua existência se concentra em três pilares: na defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis.

Como defensor da ordem jurídica, o Ministério Público é o fiscal da lei, ou seja, trabalha para que ela seja fielmente cumprida. Para tanto, possui autonomia funcional, administrativa e financeira, não fazendo parte nem estando subordinado aos Poderes Executivo, Legislativo ou Judiciário.

Essa emancipação lhe proporciona um trabalho mais independente, para a garantia dos direitos da sociedade, em conformidade com o que está escrito na Constituição da República, lei brasileira suprema.

Também o Ministério Público, protetor da democracia, atua para impedir ameaças ou violações à paz, à liberdade, às garantias e aos direitos descritos na Constituição. Nesses termos, tem a função de exigir que os Poderes Públicos respeitem esses direitos e garantias.

Assim, entre atribuições importantes como ajuizar a Ação Penal Pública e exercer o controle externo da atividade policial, compete ao Ministério Público a função maior de ir ao encontro dos interesses da coletividade.

Cabe ainda ao Ministério Público defender os direitos individuais indisponíveis, como o direito à vida, ao trabalho, à liberdade, à saúde; os direitos difusos e coletivos nas áreas do Consumidor, do Meio Ambiente e do Patrimônio Público, entre outras; os direitos dos idosos, dos portadores de necessidades especiais, das crianças e adolescentes e dos incapazes.

Enfim, a Instituição, não serve, pois, para amparar direitos meramente individuais que envolvam apenas uma pessoa ou determinado grupo, e sim para defender ações de interesse amplo.

Os princípios institucionais do Ministério Público são:

- Unidade: seus membros fazem parte de uma só organização;
- Indivisibilidade: seus Órgãos podem ser substituídos uns pelos outros nos processos;
- Independência: liberdade de atuação dos membros, sem interferência direta da Instituição.

Gostou? Então compartilhe:
comments